Moção de apoio à ocupação do CRUSP

Movimento das Fábricas Ocupadas, Conselho de Fábrica da Flaskô e demais participantes do “Encontro em defesa da classe trabalhadora”, realizado nos dias 11 e 12 de dezembro de 2010
16/12/2010

Moção de apoio à ocupação do CRUSP

Nós, do Movimento das Fábricas Ocupadas, do Conselho de Fábrica da Flaskô e demais participantes do “Encontro em defesa da classe trabalhadora”, realizado nos dias 11 e 12 de dezembro de 2010, em Sumaré/SP, vimos, por meio desta moção, repudiar à reintegração de posse marcada para dia 09 de janeiro de 2011, em plenas férias estudantis, da ocupação de moradia chamada Retomada, no Bloco G do CRUSP (Conjunto Residencial da USP).

Trata-se de uma medida covarde contra estudantes que legitimamente ocuparam o espaço para fins de moradia. Tal conduta mostra apenas a truculência repressiva da reitoria da USP que não aceita o diálogo e o entendimento, criminalizando a luta social realizada pelos estudantes e trabalhadores.

Assim, exigimos a imediata revogação da decisão de reintegração de posse!

Exigimos o atendimento das reivindicações dos estudantes, e que a USP cumpra, desta forma, seu papel social, como Universidade Pública, gratuita, de qualidade!

Pela democracia na USP!

Pela defesa dos ocupantes do CRUSP!

Pela imediata revogação da covarde reintegração de posse marcada!

Pelo fim das criminalizações na USP!

Aprovada em plenário durante o “encontro da classe trabalhadora”, realizado em Sumaré/SP, nos dias 11 e 12 de dezembro de 2010

Add a New Comment
or Sign in as Wikidot user
(will not be published)
- +
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License